ARTIS 2017

ARTIS 2017
XV Festival de Artes de Seia

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Reportagens ARTIS

Este ano, a Artis contou já com várias reportagens televisivas: TVI (Cartaz das Artes) e RTP.
Mais recentemente mereceu também destaque da Turiviajar.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

imagens da montagem de uma das exposições




















Recorte de Imprensa

Jornal Porta da Estrela - Seia

Cerca de 50 pessoas mostram trabalho ou fazem estímulo ao impulso criativo de quem pinta, faz fotografia, escultura, poesia, música e outras virtudes inovadoras.Cerca de meia centena de artistas locais e convidados estão a participar na ARTIS 2009, em Seia, que teve início a 9 de Maio e que se prolonga até 7 de Junho. A exposição colectiva de pintura e escultura está patente no “foyer” da Casa Municipal da Cultura, e a de Fotografia no edifício do Tribunal de Seia.À semelhança de anos anteriores, os artistas de Seia prestaram homenagem a António Correia e Luiz Morgadinho, pelo seu percurso artístico ao longo dos anos. Por isso, o primeiro tem uma exposição individual de 16 fotografias no edifício da Câmara Municipal, e o segundo, uma exposição de pintura no Posto de Turismo da Cidade.


http://www.portadaestrela.com/index.asp?idEdicao=276&id=12097&idSeccao=2545&Action=noticia

CARTAZ ARTIS


terça-feira, 12 de maio de 2009

Luiz Morgadinho

Pintura
Homenagem dos artistas de Seia
Luiz Morgadinho nasceu em Coimbra em 1964. Reside actualmente em Santa Comba de Seia.
Pintor autodidacta, desde cedo demonstrou a sua aptidão para as artes plásticas.
Na década de 80 ruma para Lisboa. A sua irreverência vanguardista e sentido estético, levam-no a integrar algumas formações na área do rock alternativo, performances, e de acção libertária.
Na década de 90, insatisfeito com o seu trabalho de assalariado, despede-se e passa a dedicar-se exclusivamente à pesquisa nas artes plásticas e faz algumas incursões no mundo da cerâmica. Depressa se vê com problemas monetários e parte para as ruas da capital, vendendo quadros de sua autoria, pintados a café e aguarela. Durante este período priva e frequenta o atelier do pintor e poeta Jorge Marcel e do mestre António Montelhano com quem aprende diferentes técnicas de pintura. Conhece o escritor e pintor Jorge Carlos de Oliveira, com quem desenvolve vários projectos, inclusive a publicação de um livro escrito em parceria, editado pela editora Teorema.
Parte em 1999 para as faldas da Serra da Estrela, onde, definitivamente abraça a pintura surrealista.
Está representado em várias Câmaras Municipais de Portugal. No museu do café de Cadenazzo na Suíça e no Ayuntamento de Olivenza em Espanha. E em diversas colecções particulares, espalhadas pelos cinco continentes.
Regista no seu currículo diversas exposições individuais e colectivas, no país e no estrangeiro.
Em termos de distinções tem uma Menção Honrosa na Festa de Colectividades (Lisboa,1996); Menção Honrosa na Feira Nacional de Frutos Secos (Torres Novas, 1997); Menção Honrosa na Feira de Artesanato e Gastronomia de Nisa (2000).
Ilustrou o livro “Um Antropólogo nas Colectividades”, do Prof. Luís Filipe Maçarico, e “Arte 98”, de Fernando Infante do Carmo.
Citado no livro “Arte 98”, de Fernando Infante do Carmo.
É membro da Direcção da Associação de Arte e Imagem de Seia e tem participado em todas as edições da ARTIS.





“O Morro da Estátua”

António Correia

Fotografia
Homenagem dos Artistas de Seia

António Serafim Monteiro Correia nasceu em Seia, em 15 de Setembro de 1948 e reside em Vila Chã – Seia.
Filho e neto de fotógrafos, cresceu numa família onde, desde muito cedo, absorveu a técnica e o entusiasmo pela fotografia.
Trabalha no Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE), como desenhador gráfico desde 1978, embora ao longo destes anos tenha sido das pessoas que mais fotografou a serra da Estrela ao serviço desta instituição.
Juntamente com Angelina Barbosa, Alberto Martinho e Teresa Lopes calcorreou a Serra logo no início da criação do Parque Natural, fotografando e desenhando a partir das fotografias, lugares e pormenores da imensa montanha que é a Estrela. A maior parte das fotografias do PNSE, foram tiradas por António Correia, muitas das quais fazem parte de inúmeras publicações oficiais e particulares, entre elas o “Guia de Percursos Pedestres da Serra da Estrela” (1990) em co-autoria com Angelina Barbosa.
Participou ainda na ilustração do Guia Geológico e Botânico do Parque Natural da Serra da Estrela.
Colaborou na organização de inúmeras exposições de fotografia do Instituto de Conservação da Natureza (ICN) em Lisboa, tendo feito também parte da equipa que montou a Exposição desta entidade na Expo 98.
Ganhou um primeiro prémio num concurso de fotografia (Covilhã – 1978), participou em várias exposições de fotografia das antigas “Festas da Vila” em Seia, tem uma rubrica fotográfica no Jornal Porta da Estrela, de Seia e participa regularmente nas várias edições da ARTIS – Festa das Artes e Ideias de Seia.
Neste momento, António Correia está a organizar o arquivo fotográfico do PNSE.
Durante esta ARTIS tem uma exposição individual intitulada “O Vermelho na fotografia” e que está patente no edifício da Câmara Municipal onde o vermelho é o elemento comum.



O Vermelho na Fotografia



Carlos Correia

Fotografia



Carlos Manuel Mendes Correia, nasceu a 31 de Dezembro de 1982 e é natural de São Martinho.
Licenciado em Design Gráfico e em Design Multimédia e Audiovisuais pela Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco, colaborou com os Estúdios Visor na área dos Audiovisuais.
Actualmente, está a realizar estágio profissional na área de Design Gráfico na Câmara Municipal de Seia.
Tem como hobby a fotografia, o cinema e o desporto.
Esta será a sua primeira participação na ARTIS.





Maria José Figueiredo

Poesia



Nascida a 25 de Setembro de 1973 em São Romão - Seia, Maria José Garcia Figueiredo passou parte da sua infância na Alemanha, com os seus pais, onde frequentou os dois primeiros anos do ensino básico.
Posteriormente regressou ao seu país natal onde completou o ensino.
É secretária de direcção no Museu do Pão em Seia.
Publicou a 22 de Dezembro de 2007 o seu primeiro livro intitulado “Pelos Rumos da Ilusão”, também este de poesia.
Um carácter simples mas modesto que liberta de si palavras que abraçam a alma e envolvem o espírito numa realidade quotidiana mais bela e colorida.

Livro de Poesia “Aguarela de poemas”, lançado dia 23 de Maio na ARTIS, Seia.

Lucas Miguel


Escultura

Lucas Miguel Borges Ressurreição nasceu em 19 de Dezembro de 1981. É Licenciado em Escultura, pela Escola Universitária das Artes de Coimbra.
De Janeiro de 1999 a Setembro 2002 desempenhou funções de Carpintaria; Em Janeiro de 2008 foi Assistente do escultor Pedro Figueiredo e em Setembro de 2008 prestou serviço de voluntariado para a Associação Grupo de Apoio SOS Hepatites, em montagem, realização, acompanhamento e desmontagem do I STONE FESTIVAL, nas Pedras Salgadas.
Efectuou as seguintes exposições: de 3 a 6 de Março de 2008 no Convento de São Francisco em Coimbra, com a participação do escultor Pedro Bento e António Costa; de 10 a 31 de Maio de 2008 – Artis 7 na cidade de Seia; de 5 de Junho a 31 de Julho de 2008 – Escola Universitária das Artes de Coimbra “ Historias da minha escola” e de 7 de Agosto a 7 de Setembro de 2008 - Primeira Bienal de Artes de Ansião.




Daniel Lopes

Escultura

Daniel Lopes, nascido em 10 de Junho de 1985, natural de Seia, Licenciado em Artes Plásticas pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha por Pré-Bolonha, em Junho de 2008 expôs em Junho das Artes em Óbidos, em Setembro de 2008 expôs no evento Rabiscuits dentro do Mosteiro de Alcobaça.








S/ Titulo


Carina Alexandre


Escultura
Carina Alexandre nasceu na cidade de Seia em 1984, onde reside.

Licenciada em Escultura pela EUAC – Escola Universitária das Artes de Coimbra.

Participou em algumas exposições colectivas no âmbito da Artis (Festa das Artes e Ideias de Seia): Artis I (2002); Artis II (2003); Artis III (2004); outras exposições colectivas: Exposição de Arte na Escola Secundária de Seia.

Colaborou na organização e participou na Exposição Colectiva “Traços de Génio” (2004) na Escola Superior de Turismo e Telecomunicações de Seia, integrada no evento Criatividades.
Organizou a Exposição de Artes Plásticas – Carina Alexandre e Conceição Mendes (Posto de Turismo de Seia, 2007).

Exposição Colectiva de Pintura e Escultura na EUAC, Coimbra (2008): Histórias da Minha Escola.

Ana Carvalhal

Escultura


Ana Carvalhal, nasceu em Seia em 1962. Reside em Seia.
Curso de Artes Decorativas na Escola Soares dos Reis, Porto, onde aprofundou conhecimentos de Arquitectura, Design, Artes do Fogo, Fotografia, Decoração de Interiores, Vitral, Escultura, Pintura a Óleo, Aguarela e Azulejaria. Frequentou também a Cooperativa Árvore, no Porto. Expõe desde 1985.
Exposições individuais: Pousada de Santa Bárbara (1992), Gouveia (1992), “O Nu” (Biblioteca Municipal de Seia, 1995).
Exposições colectivas (selecção): Exposição Nacional de Pintura/Prémio Tavares Correia (Seia, 1993, Lisboa e Porto, 1994); Casino Peninsular (Figueira da Foz, 1993); Exposição Colectiva de Pintores Escultores na Galeria Almedina e no Centro de Juventude (Coimbra, 1995); Exposição Colectiva “Mulheres Artistas” (Seia, Dia da Mulher, 1996); Salão das Magnólias (Seia, 1997, 98); I, II e III Exposição Colectiva de Artistas Senenses (Seia, 1999, 2000 e 2001); e em todas as edições da ARTIS.
Prémios: 2º Lugar – Prémio do Público, Exposição Nacional de Pintura/Prémio Tavares Correia (Seia, 1993).


Vitor Roque

Fotografia


Vitor Manuel Gomes Roque nasceu na Guarda em 1967, onde reside. Exerce a profissão de Professor do Ensino Superior na área das Tecnologias da Informação na Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia (IPG) e nos tempos livros dedica‐se também à fotografia de uma forma amadora...
Participação em alguns concursos nacionais de fotografia tendo recebido alguns prémios e menções honrosas.

"TMG"


Sérgio Viana

Fotografia




Sérgio Viana, tem 29 anos, nasceu em Lisboa e reside em Seia desde pequeno.Apaixonado pelas Artes, a Fotografia é aquela com que mais se identifica e o apaixona, motivando-o a participar em diversas expedições fotográficas. Tem feito algumas exposições individuais e colectivas em Seia, Fundão e Águeda, com trabalhos divulgados em alguns “media” nacionais. Obteve o 2º lugar no V Concurso de Fotografia de Ambiente do Centro de Interpretação da Serra da Estrela.



“Contrastes intemporais”




"Manto de Paz"

Ricardo Alvo

Fotografia


Ricardo Alvo nasceu em 23 de Abril de 1974 no Montijo e reside actualmente em Tourais (Seia).
Fez animação de Rádio e Jornalismo na Rádio Beira Alta e foi colaborador de vários jornais e rádios locais.
Obteve a carteira profissional de jornalista em 1998, exercendo jornalismo profissional durante vários anos no jornal Beira Zona e Jornal Notícias da Serra.
Actualmente frequenta o 3º ano do Curso de Turismo e Lazer na Escola Superior de Turismo e Hotelaria de Seia e exerce funções de assessoria ao Presidente da Câmara Municipal de Seia.
Nos tempos livres dedica-se à fotografia.





"Cidade"

Renato Paz

Fotografia

Jorge Renato Arnauth Pereira Esperança da Paz nasceu na Guarda em 1982, reside em Seia. Possui um curso profissional de Técnico de Construção Civil. Colabora com os Estúdios Varius na edição de álbuns digitais de casamento. Tem vindo a realizar trabalhos de composição gráfica de autor. Esta é a sua primeira exposição.







"Av. 1º de Maio"



Paulo Mendonça

Fotografia


Paulo Mendonça, nasceu em Gouveia em 1974 e reside em Seia
Licenciado em Engenharia Civil, é actualmente funcionário da Câmara Municipal de Seia.
Nos tempos livres dedica-se à fotografia.





Foto S/ titulo

Nuno Almeida

Fotografia


Nuno Almeida é natural de Seia, licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Coimbra, onde realizou várias pós-graduações.
Sendo amador nesta arte, tem na fotografia uma forma de poder descontrair do stress do dia a dia, apreciando a natureza, os ambientes por onde passa e as pessoas com quem se cruza.
Frequentou um curso de fotografia da natureza no CISE.
Participou na “Artis 2008”,
Publica algumas das suas fotografias em
www.olhares.com e no seu blog www.eu-vejo.blogspot.com.

“Matriz”

Mário Jorge Branquinho

Fotografia

Mário Jorge Branquinho nasceu no Sabugueiro (Seia) em Junho de 1966.
Licenciado em Ciências Sociais, é responsável e programador da Casa Municipal da Cultura de Seia, no âmbito da qual tem impulsionado inúmeras iniciativas, entre elas a ARTIS.
É Autor dos livros “Sentido Figurado” e “O Mundo dos Apartes” e tem sido, ao longo dos anos, colaborador de vários órgãos de imprensa local e regional.
No domínio da fotografia tem participado em vários concursos, tendo vários Primeiros Prémios.
Está ligado ao movimento associativo do concelho e é autor do blogue http://www.seiaportugal.blogspot.com/





“Atocha”

Marisa Peres

Fotografia


Marisa Peres é Psicóloga Clínica com Pós-graduação em Psicologia Criminal e dedica-se a fotografia por gosto pessoal.
S/ Titulo

Luís Silva

Fotografia




Luís Silva nasceu em Seia em 1975, onde reside. É Licenciado em Serviço Social pelo Instituto Superior Miguel Torga; possui uma pós Graduação em Administração Social pelo Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa na Escola Superior de Educação da Guarda e frequenta o Mestrado em Gestão e Administração de Instituições de Serviço Social.
É responsável pela orientação técnica e social de várias instituições de Solidariedade Social do Concelho e nas suas horas vagas dedica-se à fotografia, ao jornalismo e a filmagens em DVD, sendo realizador de vários documentários.
É Chefe de Redacção do Jornal “A Partilha” de Tourais – Seia e foi fundador e Director do Jornal “Torre do Selo”, Torroselo – Seia.
É autor do Blogue Oceano das Palavras.


“Virtuasena”



"Moinhos"

Luís Olival

Fotografia

Luís Olival, nascido em 1972, em Angola, é, até ver, funcionário judicial.Autodidacta, dedica-se a fotografar o povo, nas suas mais diversas manifestações.Diletante. Banal.




S/ Titulo

José Santos

Fotografia



José Santos colaborou nos Estados Unidos da América na criação da Biblioteca do Sport Club Português de Newark N J, assim como nos jornais Portuguese Times de que foi fundador, nos Novos Rumos pertencente à Igreja local e ainda do programa de Televisão “Hora Portuguesa” de Fernando Santos.
Em Portugal foi Presidente do Orfeão de Seia tendo conseguido a nomeação de Instituição de Utilidade Pública, organizado com Fernando Beco o Primeiro Congresso Nacional de Coros de que resultou a respectiva Federação.
Entre outras acções, levou o Orfeão à Rep. Checa e a Itália.. e com o Jornal Notícias da Serra realizou a homenagem às figuras de relevo do concelho de Seia.
No campo da fotografia, com trabalhos inovadores, expôs no Museu Grão Vasco de 18 de Fevereiro a 21 de Março. De 1 a 15 de Abril expôs sob o tema Senhor e Deus no Posto de Turismo de Seia.
Presentemente, tem uma exposição no Museu de Lamego até ao fim do mês.
De 2 a 30 de Junho exporá na Biblioteca de Cantanhede.
Tem convites para expor em Gouveia, Moimenta da Beira e Resende.
Tem para editar a Historia duma Laranja (fotografias de conto infantil).


“Vulcão da Terceira”



José Conde

Fotografia


José Conde nasceu em Lisboa em 1970. Reside em São Romão (Seia).
Licenciado em Biologia, ramo científico, variante de Zoologia, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Actualmente, exerce funções de Técnico Superior no Centro de Interpretação da Serra da Estrela, Município de Seia. Em Maio de 2002 frequentou o “Curso de Fotografia de Natureza” inserido nas I Xornadas Ecolóxicas Chaves-Verín, no Parque Natural dos Montes do Invernadeiro, Verín.
Tem participado em edições anteriores da ARTIS.


“Torcicolo”

José Calado

Fotografia
José Calado nasceu em Tortozendo, Covilhã, em 1962. Reside em Seia.
Participou em vários cursos e workshops de fotografia, com destaque para o primeiro workshop profissional Fuji Film (Lisboa) e o curso de aperfeiçoamento da impressão a preto e branco, na ARCA (Coimbra).
Co-fundador da Associação de Arte e Imagem de Seia.
Iniciou a sua actividade como fotógrafo profissional há 20 anos, praticando actualmente a fotografia de autor, encontrando-se já no circuito das exposições de fotografia. Realizou reportagens fotográficas na Hungria, Marrocos, República Checa e Roménia.
Trabalhos seus ilustram vários livros.
Exposições individuais: “Degraus do Tempo” (Winterthur Seguros, Seia); “Rostos de Gente” (Casa Municipal da Cultura, Seia), entre outras.
Tem participado em várias edições da ARTIS.


"Seia com limpa-neve"

João Carlos Soares

Fotografia



João Carlos Botelho Soares nasceu a 3 de Novembro de 1965 em Ponta Delgada e reside em Seia.
Fotógrafo profissional desde 1990, exerce a sua actividade nos Estúdios D. Pedro – Visor em Seia, sendo responsável pela área de impressão digital e analógica.
Tem como hobbies a fotografia, a leitura e o cinema.
Tem participado em várias edições da ARTIS, na área de Fotografia.



"CISE"




S/ Titulo