ARTIS 2017

ARTIS 2017
XV Festival de Artes de Seia

domingo, 22 de maio de 2011

Jaime Reis homenageado no Festival ARTIS

O momento não podia ser melhor. No concerto com a Orquestra Filarmonia das Beiras, no Cineteatro da casa Municipal da Cultura de Seia. Dia 21 de Maio à noite. Homenagem dos Artistas de Seia a Jaime Reis. E a Orquestra iniciou o concerto com um tema seu, que em 2004 ganhou um prémio da Gulbenkian.








Jaime Reis Nascido em Dezembro de 1983, iniciou os seus estudos musicais em Seia aos cinco anos com o etnomusicólogo António Tilly. Começou a compor aos 12 anos tendo estudado nos Conservatórios de Seia e de Viseu.




Entre os 17 e os 22 anos conclui a licenciatura em ensino de música, na Universidade de Aveiro, onde estudou composição e música electrónica com Isabel Soveral e João Pedro Oliveira.



Terminou o curso de doutoramento em Ciências Sociais, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde é aluno do doutoramento em Ciências Musicais orientado pelos professores Salwa Castelo-Branco e Emmanuel Nunes, cujos seminários de composição frequenta regularmente desde 2003 a par de outros cursos, nomeadamente, com Karlheinz Stockhausen.



Foi premiado em concursos de composição, seleccionado para edições do Workshop Gulbenkian para Jovens Compositores Portugueses, ICMC 2005 (Barcelona), recebeu da Universidade de Aveiro duas bolsas por mérito (2005 e em 2006) e a bolsa da Fundação Engenheiro António de Almeida, por ter sido o melhor aluno a concluir a sua licenciatura em 2006. Para além do seu trabalho enquanto compositor, tem desenvolvido actividades como:

Direcção artística do festival Dias da Musica de Portugal em Cracóvia
(Dni Muzyki Portugalskiej w Krakowie) e do Festival Dias de Música Electroacústica;

Participação em várias conferências:
- Universidade de Aveiro,
- Academia de Música de Cracóvia,
- Escola Superior de Turismo e Telecomunicações de Seia,
- Universidade de Woosuk – Coreia do Sul,
- Keio University - Tóquio,
- UNICAMP – Campinas - Brasil
- Universidade Federal da Bahia- Salvador na Bahia, e UFJF - Brasil,

Cursos Stockhausen 2009 – Kürten (Alemanha) na International Summer School of Systematic Musicology,

- Sonorização de documentários e apresentações multimédia;

- Residências artísticas:
- Miso Music Portugal,
- Visby – Centro Internacional de Compositores,

- Investigação no Instituto de Etnomusicologia – centro de estudos de música e dança,

- Docência em escolas como o Inst. Piaget - Almada,

- Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa;
e docência e direcção pedagógica no Conservatório de Música de Seia.


A sua especialidade é Música erudita e as suas Áreas de Interesse são a Música erudita contemporânea; Estudos de Percepção, Música electroacústica e Tecnologias de Produção Musical, Preservação de fonogramas, digitalização e sistemas digitais de armazenamento de massa.

Jaime Reis tem uma obra musical já extensa e que tem sido apresentada em Portugal e em diversos países:

- Em Portugal, no Festival Música Viva e Festival de Música de Aveiro,

- Na Polónia,
- Em Ankara, na Túrquia,

- No Festival Synthèse 2005, que se realizou em Bourges - França; e na Universidade de Paris VII, em 2007;

- No Brasil, na Universidade de Campinas, Na Universidade Federal Juiz de Fora, Minas Gerais e na Universidade Federal da Bahia – onde, como compositor foi convidado para seminários de composição, conferências e concertos

- Na Áustria (Hörfest 05, Graz), onde esteve como compositor convidado para a estreia da sua peça Lysozyme Synthesis,

- Na Bélgica (Gent, 2006), onde estreou uma peça encomendada pela Logos Foundation.

- Recentemente, recebeu encomendas do Instituto Nacional de Telecomunicações de Minas Gerais, no Brasil e do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa.

Por tudo isto e muito mais, que não cabe nas palavras, mas no trabalho desenvolvido por Jaime Reis, fica esta singela homenagem dos artistas de Seia, através da Associação de Arte e Imagem, nesta décima edição do ARTIS – Festival de Artes Plásticas de Seia. Um Festival do Município de Seia, que é a Festa das Artes, onde cabe também a música, o teatro, a dança e todo um conjunto de outras manifestações artísticas, com ponto central na Casa Municipal da Cultura de Seia.


terça-feira, 10 de maio de 2011

Imagens da abertura do Festival

Mais imagens da abertura do Festival ARTIS.


O Escultor António Nogueira, homenageado pelos artistas de Seia, na foto com o artista plástico Sérgio Reis, com o Presidente da Associação de Arte e Imagem Luiz Morgadinho e a Vereadora da Cultura, Cristina Sousa.


Mário Branquinho, Ricardo Cardoso e Sérgio Reis.



Na abertura das exposições,...



... com muito público.

Imagens do espectáculo Caravan Cabaret, da Companhia Baal 17.





Um espectáculo surpreendente!



... Colorido, divertido e único.






segunda-feira, 9 de maio de 2011

Conversa informal sobre fotografia, com José Pessoa



No âmbito da programação do ARTIS 2011 – X Festival de Artes Plásticas de Seia, vai decorrer esta sexta – feira, dia 13 de Maio, a partir das 21 horas no Espaço Internet da Casa Municipal da Cultura, uma denominada “Conversa Informal” sobre Fotografia. A Conversa que tem como tema, “Novos Olhares, novos percursos na fotografia” e será orientada pelo técnico de Fotografia e Radiografia José Pessoa.


O município de Seia convida todas as pessoas interessadas em participar na conversa.

Doutorando em História da Arte pela Universidade de Coimbra, José Pessoa cedo começou as suas incursões pelo mundo da fotografia. Primeiro na imagem publicitária, em 1966, mas apenas quatro anos depois sentiu necessidade de aprofundar conhecimentos técnicos.


É nessa altura que realiza um estágio no Instituto José de Figueiredo, onde acaba por ficar durante 17 anos. Em 1987 monta o laboratório do Arquivo Nacional de Fotografia, em formação, e integra desde 1989 a Divisão de Documentação Fotográfica do Instituto dos Museus e da Conservação.
Do seu vasto curriculum, que inclui o inventário fotográfico nacional,

destaque para a direcção de fotografia da Europália e Lisboa 94. Foi ainda membro do grupo de trabalho para o estudo da Pintura Portuguesa do século XV e é o actual responsável pelos exames técnicos e científicos do retábulo flamengo da Sé de Évora. Autor de textos sobre fotografia documental e História da Fotografia, tem comissariado diversas exposições como é o caso de “Luzes da Pedra”, “Fotografia ao Serviço da Obra de Arte I” e “Terra, Mãos e Fogo – Fotografia ao Serviço da Obra de Arte II”.


Tem sido responsável de cursos de técnicos de fotografia e radiografia para o exame de obras de arte e participou com aulas em diversos mestrados e cursos livres, em diversas Faculdades.


Tem leccionado também diversas cadeiras de História da Fotografia.
Actualmente exerce funções no Museu de Lamego.


Imagens do Salão de Pintura e Escultura ARTIS, nas Galerias da Casa Municipal da Cultura de Seia

.

















domingo, 8 de maio de 2011

José Mário Santos vence Prémio de Pintura ARTIS, em Seia







“Labirinto”, uma obra de técnica mista em acrílico, da autoria de José Mário Santos, residente na cidade da Maia, foi a grande vencedora do Prémio de Pintura do ARTIS – X Festival de Artes Plásticas de Seia. O prémio, no valor de 1.500 euros (com aquisição da obra pelo município) foi entregue na cerimónia de abertura do Festival, este Sábado à noite, perante uma assistência que quase enchia o Cineeatro da Casa Municipal da Cultura de Seia.



José Mário Santos é licenciado em artes plásticas – Pintura, pela Escola de Belas Artes do Porto e é docente na Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos.


O Júri do Festival, constituido pelos artístas plásticos e docentes Sérgio Reis e Luis calheiros e pelo programador da Casa Municipal da Cultura de Seia, Mário Branquinho, atribui ainda na área da Pintura, as seguintes Menções Honrosas:


“O Beijo de Judas” – Óleo s/ tela, de Adriana Matos, de Azambuja; “Espaço – Off” – Acrílico s/ tela, de Paula Aniceto, de Santa Maria da Feira e “Meeting”, Acrílico s/ tela, de Rui Tavares, de Vila Real.


O Prémio Escultura, no valor de 500 Euros, foi atribuido à obra “Tensão e Alma do Ferro”, de ferro soldado, da autoria de Hugo Maciel, de Sezimbra.


Nesta área de Escultura, foram ainda atribuídas as seguintes Menções Honrosas:
“Metamorfose V”, que utiliza barro e resíduos industriais, da autoria de Iliana Menaia, de Ponte de Sôr e “Perpétuo Movimento”, uma escultura em Bronze, da autoria de Fernando Saraiva, da Figueira da Foz.


Concorreram 92 artistas nas modalidades de pintura e escultura, oriundos de 43 localidades portuguesas, e um artista brasileiro, de Fortaleza.


O Festival ARTIS, decorre de 7 de Maio a 5 de Junho, na Casa Municipal da Cultura de Seia e noutros espaços alternativos da cidade de Seia e para além da Exposição de Pintura e Escultura deste concurso, tem ainda a decorrer Mostras de Pintura, escultura e fotografia de artistas locais, num total de mais de 100 obras expostas.


Do programa das actividades paralelas, para além do espectáculo Caravant Cabaret, da Companhia Ball 17, que decorreu no âmbito da abertura do Festival, o ARTIS conta ainda com workshop’s de escrita criativa, fotografia e pintura, um concerto com a Orquestra Filarmonia das Beiras e outro com uma banda local; um espectáculo com a Companhia de Dança Contemporânea de Sintra – O Mundo que Dança, e uma Residência Artistica de 2 a 5 de Junho com o Grupo Trigo Limpo, Teatro ACERT, que mobiliza também actores locais.


quinta-feira, 5 de maio de 2011

Escultor António Nogueira e compositor Jaime Reis homenageados no Festival ARTIS




Os artistas de Seia, na sequência do que é habitual nas edições do Festival ARTIS, vão homenagear este ano mais dois artistas locais.

Nesta décima edição, serão homenageados o escultor António Nogueira, na cerimónia de abertura do Festival, dia 7 de Maio à noite na Casa Municipal da Cultura e o compositor Jaime Reis, no concerto com a Orquestra Filarmonia das Beiras, que se realiza também na Casa Municipal da Cultura, no dia 21 de Maio.

António Nogueira nasceu em Seia a 1 de Março de 1967. Licenciou-se em escultura pela Escola Universitária das Artes de Coimbra ARCA-EUAC em 1994, tempo durante o qual exerceu actividade de escultor numa fábrica de mármores em Alfarelos.
Desde 1995 possui ateliê próprio, em Lavariz, Carapinheira, Concelho de Montemor-o-Velho, onde passou a residir. Entre 1995 e 1999 leccionou Artes Visuais em várias escolas. Encontra-se representado em diversas instituições e colecções particulares, tanto em Portugal como no estrangeiro.

Jaime Reis nasceu em Dezembro de 1983 e iniciou os seus estudos musicais em Seia aos cinco anos com o Etnomusicólogo António Tilly. É licenciado em Composição na Universidade de Aveiro, onde recebeu três bolsas de mérito. É aluno do doutoramento em Ciências Musicais na FSCH-UNL. Frequentou seminários com Emmanuel Nunes e Stockhausen. Investiga no INET-md. É director artístico do festival Dias de Música Electroacústica, professor e director pedagógico do Conservatório de Música de Seia.


terça-feira, 3 de maio de 2011

Lista de Artistas Locais nas Mostras de Pintura e Fotografia

Lista dos Artistas locais que vão participar nas Mostras de Pintura e Fotografia


MOSTRA DE PINTURA
Local de Exposição: Foyer do cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia e Posto de Turismo


Alberto Alves
Anne Ferreira
Antónia Broos
Carlos Neves
Cecilia Brito
Elimarq
Eugénio Matos
Fernando Ferreira
Francisco Nolasco
Helena Dias
José Saraiva
Lina Correia
Luiz Morgadinho
Magda Vervloet
Maria Fernanda Cura
Marta Peres
Marvel
Nádia Suurbach
Ofélia Pinto
Sérgio Reis
Tânia Antimonova
Tiago Sousa
Xico Melo


.
MOSTRA FOTOGRAFIA
Local de Exposição: Montras do comércio local



Alberto Cruz
Galerias Geminus
Av. 1º de Maio

António Correia
Bluskin
Av. 1º de Maio

Artur Costa
Trapus e Sapatus
Rua Visconde Valongo

Carlos Correia
Casa das Lãs
Rua D. João Saraiva

C Moura
Visual óptica
Rua Visconde Valongo

Daniel Melo
Farmácia Melo
Rua Visconde Valongo

Herman Mertens
HM - Centro óptico
Rua D. João Saraiva

João Carlos Botelho
Marksil
Rua Dr. Simões Pereira

João Carlos Botelho
Akethon - Pronto-a-vestir
Av. 1º de Maio





João Pereira
Padaria Minimercado Flor da Serra
Praça da República

José Santos
Casa Havaneza
Rua Dr. Simões Pereira

Luis Silva
Marksil
Rua Dr. Simões Pereira

Mário Branquinho
AKETOHN - Pronto-a-vestir
Av. 1º de Maio

Nuno Almeida
Galerias Geminus
Av. 1º de Maio

Nuno Pinheiro
Sapataria Boa Fama
Av. 1º de Maio

Paulo Mendonça
Irmãos Mendonça
Praça da República

Pedro Oliveira
Casa das Lãs
Rua D. João Saraiva

Pedro Pinto
Cabeleireira Glamour
Rua Visconde Valong
o



Pedro Ribeiro
O Celeiro Serra da Estrela
Av. 1º de Maio

Renato Paz
Blitstorm
Intermarché, Seia / São Romão

Tiago Sousa
Sapataria Boa Fama
Av. 1º de Maio




Victor Roque
O Celeiro Serra da Estrela
Av. 1º de Maio

Victor Brito
SVS Garment
Rua Dr. Simões Pereira