ARTIS 2017

ARTIS 2017
XV Festival de Artes de Seia

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Artigo de Sérgio Reis, sobre o Festival ARTIS



Decorre mais uma edição do Artis, a 12ª desde a criação da Associação de Arte e Imagem de Seia em 2001, um conjunto de eventos culturais de índole artística realizado anualmente em maio e centrado na exposição coletiva de artes plásticas. Criada como Festa das Artes em Seia, evolução natural das três grandes exposições coletivas que animaram o panorama cultural senense em 1999, 2000 e 2001, o Artis atingiu um novo pico qualitativo em 2011. 

No regresso da Artis em 2013, constrangida pelo clima de aperto financeiro e embaraço geral provocado pela injustificada suspensão do festival em 2012, falava-se acertadamente em “emergência criativa”, pois só por aí iremos mais além nos próximos anos, mas faltou convocar e reunir de facto vontades e interesses para transformar a emergência num caso bem sucedido de reanimação, valorização e promoção dos artistas e das artes locais.

Este ano, a exposição de artes plásticas apresenta 46 obras de desenho e pintura e 12 esculturas, cobrindo um grande número de técnicas e um vasto leque de sensibilidades artísticas. Do naturalismo à abstração, passando pelo surrealismo e nova figuração, podemos aí encontrar obras que exemplificam diversas tendências da arte moderna e contemporânea através do desenho, colagem, pintura (aguarela, óleo, acrílico, técnicas mistas), escultura em madeira, pedra, gesso ou bronze e a curiosa instalação de Joanne Hovenkamp. O nível artístico é elevado, havendo a destacar a participação de muitos artistas com obra premiada noutros certames, assim como de alguns jovens artistas senenses promissores. 

Entre os artistas senenses com presença regular na Artis, Ricardo Cardoso acrescentou cor aos seus habituais desenhos monocromáticos de grande dimensão, a tinta da china e vieux chêne, e Virgínia Pinto continua a surpreender pela positiva, com uma peça recente muito interessante em termos formais e interpretativos: "Nação... Cabeças Ocas, Futuro!", peças de calcário natural unidas por parafusos e arames, formando uma cabeça, oca, desprovida de cérebro.

O tema proposto pela organização da Artis, “A magia da nossa montanha”, valorizando “as tradições culturais, produtos, paisagens e pessoas”, foi trabalhado por diversos artistas e abundantemente desenvolvido pelos fotógrafos. A exposição coletiva de artistas senenses acolheu a fotografia em 2004 e esta rapidamente adquiriu expressão e autonomia, passando a ser exposta separadamente em 2007.

A exposição de fotografia da Artis XII, no foyer do cineteatro, reúne obras de 24 fotógrafos profissionais e amadores, a maioria dos quais buscou assunto nos encantos naturais da montanha, aprisionando os seus ecos mágicos em imagens magníficas, enquanto outros sublinham os aspetos culturais distintivos do sentir-agir regional, recorrendo por vezes a técnicas digitais para intensificar o sentido poético da imagem fotográfica.

Na inauguração oficial, na noite do dia 3 de maio, foram homenageadosIvo Mota Veiga e José António Baptista, o primeiro pela sua participação regular na Artis, tendo integrado a equipa organizadora da primeira exposição coletiva dos artistas senenses em 1999, e o segundo pelo seu percurso como animador educativo, na área da música e do teatro. Licenciado pela Escola Superior de Educação de Coimbra em Teatro e Educação, José Baptista lecionou a disciplina de Expressão Dramática/Teatro e foi um dos impulsionadores da Mostra de Teatro Infanto-juvenil (Motin). 

Desde 2000, foram homenageados os artistas Amílcar Henrique (homenagem póstuma), Pinho Dinis(2002), Helena Abreu (2003), Tavares Correia (2004), Xico Melo(2005), Sérgio Reis (2008), António Correia e Luiz Morgadinho(fotografia e pintura, 2009), Eurico GonçalvesJosé Carlos Calado eRicardo Cardoso (carreira artística, fotografia e pintura, 2010),António Nogueira e Jaime Reis (escultura e música, 2011), Ana Carvalhal e Carlos Moura (pintura e fotografia, 2013).

Sérgio Reis, Jornal Porta da Estrela, Seia




segunda-feira, 9 de junho de 2014

Catálogo ARTIS




Catálogo ARTIS, AQUI




terça-feira, 20 de maio de 2014

Festival ARTIS aposta na celebração das artes em Seia



Decorre na Casa Municipal da Cultura de Seia até ao final de junho o Festival de Artes Plásticas - ARTIS, que este ano cumpre a sua XII edição, por iniciativa do município e Associação de Arte e Imagem de Seia.

Trata-se de um dos eventos âncora do município, que tem por objetivo dar espaço aos jovens talentos do concelho de Seia. Na edição deste ano, essa aposta é uma vez mais bem visível, por um lado pela participação nas exposições colectivas de pintura, fotografia e escultura, onde se pressente o aroma performativo dos cerca de 70 criadores presentes e por outro, pela variedade de actividades paralelas, onde confluem igualmente várias manifestações artísticas, na área da música, do teatro, cinema ou literatura.

Nesta celebração das artes, que fazem do festival mais um marco de referência no panorama cultural do concelho de Seia, o festival acaba por dar igualmente vários contributos para a dinamização cultural regional e estímulos à identidade local e coesão social. Sem grandes investimentos financeiros, mas criando condições logísticas e de incentivo à participação da comunidade, o festival ARTIS procura ser um evento da comunidade e para a comunidade. Do ponto de vista da criatividade artística, a organização, além de deixar a porta aberta aos temas livres, para todas as áreas artísticas, sugeriu este ano como tema central “Magia da Montanha”, de modo a proporcionar descobertas em vários universos marcados pelas tradições culturais, produtos, paisagens e pessoas da Serra da Estrela.

Para já, é notório o contributo de cada um, enquanto criador, no espaço de exploração das artes, mas também se sente o desafio ao espectador para que usufrua das ofertas culturais emergentes da comunidade.

A organização tem vindo a convidar os públicos a usufruírem das ofertas proporcionadas, registando até ao momento mais de 500 entradas nas exposições e perto de mil nas atividades paralelas. Entretanto reforça esse apelo para as atividades a desenvolver até ao final de junho e que têm como ponto central a Casa Municipal da Cultura de Seia. Os destaques, para além das visitas às exposições, vão para espectáculos de teatro e residências artísticas que decorrerão até ao final do festival.

(comunicado de imprensa)



Festival Especial

O Festival Especial é mesmo o evento mais especial de Seia. Pelo palco de um domingo de Primavera, foi desfilando a magia da arte, na música e performance de crianças e jovens portadores de deficiência, num trabalho resultante do acompanhamento de técnicos da Ludoteca Municipal. 
Ficam as imagens!








  






quarta-feira, 14 de maio de 2014

Promoção do Festival ARTIS

Prossegue o Festival ARTIS, que desperta a atenção dos meios de comunicação social. Ontem a RTP efectuou reportagem, com depoimentos da Vereadora da Cultura, Cristina Sousa e dos artistas Luiz Morgadinho (pintura) e Virgínia Pinto (Escultura). 




À medida que vão decorrendo as actividades paralelas, acentua-se a promoção, para que os públicos usufruam destas e das exposições patentes.


terça-feira, 13 de maio de 2014

UM DIA PARA… SORRIR, COMPREENDER, TOLERAR… À DESCOBERTA DE SEIA

Este foi o Caminho da Igualdade no festival ARTIS, envolvendo 100 crianças, e ainda jovens e adultos portadores de deficiência. Esta actividade incluiu actividades lúdico-culturais, tendo como principais objectivos a promoção da convivência social, da compreensão, da empatia, tolerância e da inter-ajuda através das Artes.
A iniciativa contou com a envolvência Casa de Santa Isabel – Instituto de Pedagogia Curativa e Sócio-terapia, Casa do Povo de Seia, Centro de Assistência Social Nossa Senhora de La Salette, Escola Evaristo Nogueira, Santa Casa da Misericórdia de Seia, Solar do Mimo em colaboração com os diferentes serviços da Câmara Municipal de Seia
Foi bonito e esta quarta-feira, vai voltar a ser.
Ficam as imagens.











Quarta-feira, 14 de maio, prosseguem as actividades de rua, com pinturas e descrição de lugares históricos da cidade, para novos protagonistas, numa perspectiva de serviço educativo.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Mensagem do Presidente da Câmara


Bem-vindos à festa das artes, em Seia

O Município de Seia orgulha-se uma vez mais de apresentar ao público, em colaboração com a Associação de Arte e Imagem, a 12ª edição do ARTIS – Festival de Artes Plásticas de Seia.

Como vimos dizendo e fazendo, é necessário dar espaço aos jovens talentos do concelho de Seia e nesta “festa das artes” essa aposta é uma vez mais, bem visível. Por um lado pela participação nas exposições colectivas de pintura, fotografia e escultura, onde se pressente o aroma performativo dos nossos criadores e por outro, pela variedade de actividades paralelas, onde confluem igualmente várias manifestações artísticas, na área da música, do teatro, cinema ou literatura.

Nesta celebração das artes, que fazem deste festival mais um marco de referência no panorama cultural do nosso concelho, o município pretende igualmente dar contributos para a dinamização cultural regional e estímulos à identidade local e coesão social. Sem grandes investimentos financeiros, mas criando condições logísticas e de incentivo à participação da comunidade, julgamos seguir caminhos em direcção ao êxito deste, e de muitos outros eventos ao longo do ano. Este é de resto um sinal dos vários que temos dado, na importância que atribuímos à cultura, como área fundamental para o desenvolvimento do nosso território.

O concelho de Seia também se constrói de pequenos gestos e por isso realçamos a importância do contributo de cada um, seja enquanto criador, nesse imenso espaço de exploração das artes, seja enquanto espectador, usufruindo dessas ofertas culturais emergentes da comunidade.

Por isso, sublinhamos o orgulho que temos nos nossos criadores, na sua capacidade criativa e de inovação e insistimos na ideia de lançar permanentemente desafios criativos, para tornarmos o nosso território, um espaço cada vez mais dinâmico e atractivo.
Agora, o importante é usufruir das ofertas artísticas que se anunciam.

Seia, 3 de maio de 2014

Carlos Filipe camelo Miranda de Figueiredo

Presidente da Câmara

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Imagens dos dois primeiros dias da “Festa das Artes”, em Seia





No primeiro dia a abertura das exposições, com homenagens a artistas locais, concerto com a Orquestra do Conservatório. No segundo dia com abertura da Exposição de fotografia dos 10 anos do Senna em Palco, grupo residente da Casa Municipal da Cultura, com encenação de Alexandre Sampaio, numa performance pela cidade.





















Fotos: CMoura, Mariana e MJB


quarta-feira, 30 de abril de 2014

Participantes nas Exposições coletivas ARTIS



PINTURA


Adriano Guerreiro
A Perda do Peso da Pedra
Carvão sobre Papel,2014
60 X 40;

Alberto Alves
Tormenta sobre os Cântaros
Óleo s/ tela, 60 X 70

Alberto D’ Assumpção
Horus Eye
óleo s/ tela, 81 x 65

Alexandra Prata
Exilio
óleo s/ tela, 70 x 100

Alexandre Magno
Mitos, Bichos e Medos Serranos
2014
óleo/acrílico/mdf, 92,5 x 63

Ana Carvalhal
Jazz
Óleo s/ tela, 120 x 60

Ana Maria Ramos
Paisagem I
Acrílico S/ tela, 50 X 70

Carlos Osório
Who is who # 1, 2009
Acrílico s/tela, 80 X 60

Carlos Neves
Senhora a pintar
Acrílico S/ tela, 40 X 40

Carlos Saramago
A montanha mágica
Acrílico S/ tela
20 X 30

Eugénio Matos
Montanhas virgens
Acrílico s/ tela

Florentina Resende
Sem título
Óleo s/ tela, 120 X 100

Florentina Resende
Sem título
Óleo s/ tela, 120 X 100

Henrique Ramos
Unidos
 40 x 60

Inês Saraiva
Incompleto
Acrílico s/ tela, 60 X 30

Ivo Mota Veiga
S/ titulo

Ivo Rodrigues
Calendário
gesso policromado, 2014
53 x 43 x 2

Levi Frutuoso
S/ titulo
Acrílico s/ tela, 100 X 80

Luiz Morgadinho
Tarda em chover
Acrílico s/ tela, 70 x 50

Malu Almeida
Acrílico s/ tela
S/ titulo

Maria C Ventura
Seia: Capela de S. Pedro e igreja da Misericórdia
Aguarela, 30 X 20

Maria C Ventura
Serra da Estrela: paisagem
Aguarela, 30 X 20

Miguel Carvalho
Sem título
colagem sobre papel, 30 X 20

Mutes
A Magia da Montanha
Acrílico s/ tela, 90 X 70


Paula Bacelar
Introspeção

Acrílico S/ tela, 100 X 100, 2013

Pedro Prata
S/título
óleo s/tela, 50 X 60

Pedro Ribeiro
Pieces of a place
Acrílico s/tela; 40x60

Ricardo Cardoso
S/ titulo, 32 X 24

Rik Lina
S/ titulo
Acrílico s/ tela

Rui Cristino Silva
Lagoa Covão do Curral
Óleo s/ tela, 65 X 50

Rui Cristino Silva
Seia, vista panorâmica
Óleo s/ tela, 70 X 60

Seixas Peixoto
A Ilha Imprevisível
Acrílico, 60 X 50

Sérgio Reis
A Montanha Mágica
Acrílico s/ tela, 80 X 60

Tânia Antimonova
S/ titulo

Tiago Sousa
S/ titulo
Acrílico s/ tela, 35 X 50

Tiago Sousa
S/ titulo
Acrílico s/ tela, 50 X 100

Vera Mota
Serra da Estrela
Acrílico s/ tela, 90 X 1,54
90 X 1,54

Vitor Zapa
Cabeça da Velha
50 X 50

Xico Melo
Visão da serra
Óleo s/ tela 30 X 40

Xico Melo
Ruela em Seia
Óleo s/ tela 40 X 30



ESCULTURA

Adelino Cunha
Uivo do Lobo
Madeira, natureza
23 X 35 X 110

Adelino Cunha
Tronco de Luz
Madeira, natureza
45 X 40 X 65

Cristina Vouga
S/ título
Gesso patinado a grafite, 107 x 60 x 25

Elisé Bleys
S/ titulo

Henrique Ramos
união do Castanheiro e a bananeira
base 15 x 15 cm com 30 cm de altura

Iliana Menaia
A Montanha que queria ser onde

Joanne Hovenkamp
Círculo II
10 pedras graníticas da Serra da Estrela
22x10x12 cm e 36x17x28 cm
Técnica talhe directo, 2013

Lina Correia
Gesso e arame
Lost my head

Paula Bacelar
Mulher grávida
Bronze, 40 X 10 X 11

Virginia Pinto
S/ título

Virginia Pinto
S/ título



FOTOGRAFIA

Alexandre Sampaio
Sem título - integrante da coleção Mulheres do Sabugueiro

Alicia Gómez Pérez
Pastor

António Correia
Reflexos Mágicos

António José Vale
S/ titulo

Carlos Moura
Gente Gira

Carlos Neves
Cristalina

Filipe Patrocínio
Garganta de Loriga

Filipe Patrocínio
Lagoa Comprida

Hermen Mertens
Na Serra

João Carlos Soares
s/ titulo

João Pereira
Canada coberta

João Carlos Simões
s/ titulo

José Conde
Macho de Eresus

José Santos
Gravura

Maria Oliveira
Green peace

Mário Branquinho
Estranhos dias na montanha

Miguel Oliveira
Olhares e Momentos

Nuno Pinheiro
Lagoacho

Paulo Mendonça
Magia da Montanha, Cabeça

Paulo Paz
Justitia

Pedro Pinto
S/ título

Pedro Ribeiro
Island in the river Alva

Renato Paz
Colecionismo

Sérgio Viana
Covão Cimeiro




POESIA E ILUSTRAÇÃO

Carlos Fazendeiro
Desenho

João Calado
Poesia







segunda-feira, 28 de abril de 2014

ARTISTAS LOCAIS HOMENAGEADOS NO FESTIVAL ARTIS DE SEIA


  
A Associação de Arte e Imagem de Seia vai homenagear no próximo Sábado, na cerimónia de abertura do ARTIS XII – Festival de Artes Plásticas de Seia os artistas locais José António Baptista (teatro e música) e Ivo Mota Veiga (pintura). A cerimónia terá lugar a partir das 22 horas no Cineteatro da Casa da Cultura e insere-se na abertura do festival, contando ainda com um concerto pela Orquestra Didática do Conservatório de Seia.

José Baptista, 50 anos, é licenciado em Teatro e Educação, pelo Instituto Politécnico de Coimbra, Escola Superior de Educação. É Técnico Superior de Animação Sociocultural na Divisão de Cultura Educação, Desporto e Turismo do Município de Seia desde 2008. 

Docente de Expressão Dramática/Teatro na Escola Básica do 2º e 3º Ciclos Dr. Guilherme Correia de Carvalho em Seia, em regime de protocolo com o Município de Seia de 2004 até 2012. 
Das suas principais atividades desenvolvidas, no quadro profissional e na vida associativa, destaca-se a preparação e o desenvolvimento de projetos e eventos de índole cultural, bem como de oficinas lúdico - pedagógicas nas áreas de Expressão Dramática, Musical, Plástica e Escrita Criativa.

José Batista é uma referência no panorama cultural de Seia pelo trabalho desenvolvido, empenhamento e criatividade demonstrada e de quem muito ainda se espera.

Por sua vez, Ivo Mota Veiga, 39 anos, possui um curso profissional de Design Industrial e foram já várias as exposições individuais e coletivas em que participou, desde 1995, ano em que foi premiado com o 1º prémio no concurso de Banda Desenhada, E.P.S.E. e 3º prémio no concurso de Brasões para Freguesias. Entre 1994 e 1995 colaborou para o Jornal Porta da Estrela, de Seia, elaborando Cartoons da sua autoria. Tem participado em várias edições do Festival ARTIS e noutras exposições individuais e coletivas.

Em Setembro de 2007 realizou no foyer da Casa da Cultura de Seia uma exposição de pintura, com o título “Simbologias”. Em Setembro de 2013 voltou à Casa da Cultura de Seia para mais uma exposição individual, desta vez de Desenho Automóvel, uma outra faceta da sua capacidade artística a juntar a outros traços criativos. Criatividade onde cabe igualmente espaço para a ilustração de postais, na maioria das vezes com motivos alusivos a pontos de interesse turístico do concelho de Seia e da Serra da Estrela em geral.







Contagem decrescente para o Festival ARTIS XII



A 12ª edição do Festival de Artes Plásticas de Seia - ARTIS 2014, começa dia 3 de Maio e prolonga-se até 29 de junho na Casa Municipal da Cultura de Seia. É a festa das artes, que abre caminho aos artistas locais e outros convidados, contemplando as áreas da pintura, escultura, fotografia, música, teatro e outras. O cartaz saiu agora, o catálogo está em fase final de elaboração e este é mais um caso com muitos motivos de partilha comum, centrada na criatividade. Dos chamados talentos locais e de outros que trazem a Seia novas correntes e conceitos criativos. O pano de fundo sugerido como fio condutor nos trabalhos a apresentar assenta na magia da montanha, como desafio à produção de novas leituras sobre esta região da serra da Estrela. Visões, simultaneamente autorais e contemporâneas, de modo a descobrir os vários universos marcados pela magia da montanha, pelas tradições culturais, produtos, paisagens e pessoas.

O programa acaba de ser divulgado e contempla várias atividades paralelas. Um concerto com a Orquestra Didática do Conservatório e homenagem aos artistas locais José Baptista (teatro e música) e Ivo Mota Veiga (pintura), na abertura do festival.

Nos dias 7 e 14 de maio, vários utentes de instituições de Seia vêm à rua conhecer pontos de interesse cultural e histórico da cidade, em direção à Casa da Cultura para visitar as exposições, com pintura ao vivo, numa iniciativa designada “Um dia para… Sorrir, Compreender, Tolerar… À descoberta de Seia”.

No dia 10, à tarde, terá lugar a exibição do filme “Alumbrones” de Bruce Donnelly, sobre a atividade artística em Cuba e que foi exibido na última edição do CineEco. No dia 13 à noite será vez de um espetáculo de Stand Up Comedy com Serafim, contador de histórias; no dia 17 à noite a segunda Mostra de Música Moderna de Seia e no dia 18 à tarde o Festival Especial, com interpretações de pessoas portadoras de deficiência.


O Teatro também marca presença no Festival ARTIS. No dia 24 à noite terá lugar uma performance retrospetiva dos 10 anos do Senna em Palco, Grupo residente da Casa da Cultura. No dia 5 de Junho, á tarde o espetáculo “Há Dias Assim”, pelo Teatro das Beiras; no mesmo dia à noite  (ES) MOTIN – Caixa Objeto, por António Batista e Luiz Morgadinho e no dia 21 à noite Apresentação do Exercício final do VII Curso de Iniciação Teatral.

A terminar, está prevista uma Residência Artística de pintura, fotografia, escultura, música e escrita criativa.

Relativamente às exposições, as mesmas decorrerão nos vários espaços da Casa da Cultura de Seia e a retrospetiva dos 10 anos do Grupo Senna em Palco, nas montras do edifício da antiga Sofal. Ao todo são mais de meia centena de artistas locais e convidados.

Depois de concebidas as exposições colectivas e a restante programação, o desafio da organização é levar os públicos a usufruir da oferta, nesta ‘festa’ organizada pelo município em parceria com a Associação de Arte e Imagem de Seia. Onde todos são chamados a criar e a ser público, numa espécie de ‘espectador emancipado’!





quinta-feira, 24 de abril de 2014

terça-feira, 22 de abril de 2014

ARTIS XII _ Programa_Atividades paralelas


ARTIS 2014 – XII Festival de Artes Plásticas de Seia
3 Maio / 29 Junho 2014 (3th May / 29th June 2014)
Casa Municipal da Cultura de Seia

Programa | Atividades paralelas

EXPOSIÇÃO COLETIVA DE PINTURA E ESCULTURA
Galerias da Casa Municipal da Cultura de Seia
3 de Maio – 21:00 Horas - Inauguração
Exposição coletiva de pintura e escultura realizada no âmbito do Festival de Artes Plásticas ARTIS XII. Percursos criativos de artistas locais e outros convidados, que têm como pano de fundo a “magia da montanha”, enquanto pretexto de partida criativa e de valorização da cultura local.
Entrada livre.
Horário:
De segunda a sexta – das 10 H às 18 Horas e Domingos das 15H às 17:30 Horas


EXPOSIÇÃO COLETIVA DE FOTOGRAFIA
Foyer do cineteatro da Casa Municipal da Cultura de Seia
3 de Maio – 21:45 Horas - Inauguração
Exposição coletiva de fotografia realizada onde se cruza o olhar da magia da montanha e outros olhares, na objetiva de aproximadamente 3 centenas de fotógrafos locais e outros convidados.
Horário: De segunda a sexta – das 10 H às 18 Horas e Domingos das 15H às 17:30 Horas


EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA | SENNA EM PALCO, 10 ANOS DE TEATRO (2004-2014)
Montras da antiga loja SOFAL
Integrada no programa do Festival ARTIS, esta exposição pretende levar mais próximo do público senense algumas das atividades desenvolvidas pelo grupo de teatro comunitário Senna em Palco, residente na Casa da Cultura. Uma década de teatro através de imagens de espetáculos, montagens, formação, participação em festivais, e muitas histórias para recordar.


EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA | BOMBEIROS DE SEIA_80 ANOS
Quartel Bombeiros de Seia
Fotografias que marcam o percurso de 80 anos de atividade da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Seia. Uma efeméride associada ao Festival ARTIS, procurando valorizar-se a importância histórica e artística das fotografias que atravessam dois séculos e nos trazem à memória a ação dos bombeiros de Seia.

  
ORQUESTRA DIDÁTICA DO CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE SEIA
3 Maio | Sábado - 22:00 Horas | Cineteatro da Casa Municipal da Cultura
Concerto com a Orquestra Didática do Conservatório de Música de Seia, que integra os alunos do Regime Articulado do Ensino Artístico Especializado de Música dos Agrupamentos de Escolas de Seia, Guilherme Correia de Carvalho e Escola Secundária, de Nelas, de Oliveira do Hospital e do Agrupamento Escolas de Gouveia.

Antes do concerto, haverá homenagem a artistas locais, numa ação da Associação de Arte e Imagem de Seia.
Entrada livre


“UM DIA PARA… SORRIR, COMPREENDER, TOLERAR… À DESCOBERTA DE SEIA
7 e 14 de Maio - 14:00 H | Ruas de Seia
No âmbito dos trabalhos conjuntos resultantes dos Encontros A Rede em Prática (s) dinamizados pela Rede Social de Seia e ADRUSE as entidades: Casa de Santa Isabel – Instituto de Pedagogia Curativa e Sócio-terapia, Casa do Povo de Seia, Centro de Assistência Social Nossa Senhora de La Salette, Escola Evaristo Nogueira, Santa Casa da Misericórdia de Seia, Solar do Mimo em colaboração com os diferentes serviços da Câmara Municipal de Seia vão realizar o Caminho da Igualdade, envolvendo 100 crianças, jovens e adultos portadores de deficiência. Esta actividade inclui actividades lúdico-culturais que tem como principais objectivos a promoção da convivência social, da compreensão, da empatia, tolerância e da inter-ajuda através das Artes."

ALUMBRONES, Bruce Donnelly, EUA, 2013, 72’
10 Maio | Sábado – 15:30 H | Cineteatro da Casa da Cultura

Este documentário exibido em Sessão Especial do CineEco 2013, mostra o trabalho e a vida de doze artistas cubanos contemporâneos, que vivem em Havana. Visitando cada um deles em suas casas ou atelieres, o filme explora os estilos variados, as técnicas utilizadas, os temas, filosofias e ideias presentes no seu trabalho. Mas sobretudo os muitos obstáculos e dificuldades que enfrentam no dia-a-dia. Através de entrevistas, o filme abrange um leque diversificado de temas como amor, sexo e música, bem como questões prementes para a vida em havana: a escassez de oferta e materiais para trabalhar, (com recurso aos aproveitamentos e reciclagem), e os apagões constantes ("apagones"), na energia que afetam o trabalho e a vida familiar.


SERAFIM CONTADOR DE HISTÓRIAS | STAND UP COMEDY
13 de Maio | Terça-feira – 22:00 H| Auditório da Casa da Cultura
Jorge Serafim, alentejano de gema (nascido e criado em Beja), como humorista/Stand Up Comedian e contador de histórias, tornou-se conhecido do grande público devido à sua participação regular em programas de televisão dos quais, há a destacar: Levanta-te e Ri no canal SIC, Fátima Lopes no canal SIC, Sempre em pé na RTP2, Sexta à Noite na RTP1, Portugal Sem Fronteiras na SIC Internacional.
Define-se como um esmerado cozinheiro nas artes da boa-disposição. Narrador de histórias rocambolescas onde habitam personagens caricatas em situações que nem lembram ao diabo, gosta de as temperar com uma pitada de absurdo e mais duas de imprevisto. Depois de a elas lhes tomar o gosto, refoga-as com muita sátira aos bons, maus e piores costumes, não se lhe escapando nada nem ninguém pelo buraco de uma agulha. Arremata o suculento cozinhado com um polvilhado de Stand Up Comedy, mais uns baguinhos de nonsense e finalmente, confecionadas as gargalhadas é favor rir a bandeiras despregadas.


2ª MOSTRA DE MÚSICA MODERNA DE SEIA | MMMS
17 Maio | Sábado – 21:30 Horas | Cineteatro da Casa da Cultura
Pretende-se dar continuidade a esta Mostra, que no ano passado se revelou bastante positiva e criativa, como forma de dar oportunidade a vários grupos de Seia de se apresentarem ao público numa noite. Será também proporcionado convívio entre os músicos participantes.


FESTIVAL ESPECIAL
18 Maio | Domingo – 15:30 H | Cineteatro da Casa da Cultura
O Festival Especial é um pretexto para promover e integrar as pessoas portadoras de deficiência na comunidade, dar a conhecer as suas potencialidades e capacidades assim como dar a conhecer e valorizar o efeito da terapia através da música, na qualidade de vida.


10 ANOS SENNA EM PALCO
24 maio | Sábado – 21:30 H | Casa da Cultura
Para comemorar os 10 anos do Grupo Senna em Palco, Grupo de Teatro residente na Casa da Cultura, pretende-se envolver os participantes que fizeram parte da sua história e, através de um percurso no espaço da casa da cultura, apresentar uma retrospectiva desta década de teatro em Seia. Contará ainda com uma exposição na antiga loja Sofal e uma festa noturna


HÁ DIAS ASSIM, Teatro das Beiras
5 de Junho | Quinta-feira – 14:30 H | Cineteatro da Casa da Cultura
Armindo, um senhor já de idade, vai dedicando os seus dias a acarinhar a sua neta Rita (com quem vive) e a tentar convencê-la a viajar para o sítio dos seus sonhos. Rita, por seu lado é uma rapariga que sai todos os dias de casa à pressa para o seu emprego. O medo de o perder faz com que trabalhe acelerada e maquinal para tentar satisfazer as vontades do patrão. Mas o cansaço e a exaustão fazem com que vá deixando para segundo plano os laços afetivos, que ficam em falta principalmente com o seu avô. Estes acontecimentos, são presenciados pelo boneco de estimação de Rita, que tinha sido oferecido pelo seu avô quando ela era uma criança. Quando chega o dia em que Armindo decide que não adiará mais a sua viagem, apenas leva consigo uma mala com recordações. O boneco perante a decisão de Armindo, vai aparecer a Rita tocando uma canção que ela conhece. Rita apercebe-se daquilo que está a perder. Quando volta a casa procura pelo avô e não o encontra. Rita vai ter de tomar uma decisão: “ficar ou ir!?”.

Encenação: Pedro da Silva; Interpretação: Pedro Damião e Sara Gabriel; Cenário: Fernando Landeira; Desenho de luz: Jay Collin; Produção: Sónia Botelho e Susana Gouveia; Secretariado: Eugénia Nunes; Assessoria de imprensa: Vanessa da Silva; Cartaz: Vanessa da Silva & Ivo Silva; Fotografias: Vanessa da Silva, Pedro Damião e Fernando Landeira


(ES) MOTIN – ESCRITA E MOMENTOS DE OFICINAS TEATRAIS IN LOCO
5 Junho | 21:30 H | Cineteatro da Casa da Cultura
Trata-se de um conjunto de percursos de escrita criativa através da linguagem dramática gerados e desenvolvidos nas Oficinas de Expressão Dramática / Teatro, a quando da lecionação de aulas durante 9 anos. Os quatro textos criados " Coros da Noite" ; " "Xadrez... Xeque-mate?"; "Colares" e "Vam(p)irados/Vam(p)iretes" estiveram integrados num processo dramático/teatral com adolescentes, tendo como objetivo evidenciar algumas problemáticas com que o “mundo adolescente” se debate com algum sentido crítico/construtivo e divergente. Por outro lado, o autor pretende fornecer uma proposta dramatúrgica a quem a pretender levar a cena.
A ideia dos textos nasceu aquando da realização anual de uma Mostra de Teatro Infanto - juvenil, denominado Motin, organizado pelo Município de Seia, que começa por incentivar as instituições escolares e os seus respetivos clubes  de teatro, a criarem o próprio texto, a desenvolver um processo de linguagem dramática e, no final apresentá-lo à comunidade, num dia a determinar.
Esta atividade tem a colaboração especial e plástica do pintor surrealista Luiz Morgadinho que ilustrou de forma soberba todos os textos, criando também um objeto surpresa para apresentar nesse dia.
Público-alvo: faixas etárias do 3º Ciclo e Ensino Secundário.
Duração: 60 minutos


EXERCICIO FINAL DO VII CURSO DE INICIAÇÃO TEATRAL
21 Junho | Sábado – 21:30 H | Cineteatro da Casa da Cultura
Os participantes no VII Curso de Iniciação Teatral da Casa Municipal da Cultura de Seia apresentam um exercício final, sob a orientação de Alexandre Sampaio, culminando esta formação criativa iniciada em Fevereiro.


RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NAS ALDEIAS DE MONTANHA DE SEIA
27, 28 e 29 Junho | Sabugueiro e Loriga
A Câmara Municipal de Seia, em parceria com a Associação de Arte e Imagem de Seia leva a efeito as chamadas Residências Artísticas nas Aldeias de Montanha de Seia.
Trata-se de uma iniciativa organizada no âmbito do Festival ARTIS e que tem por objetivo apoiar os criadores, incentivar novas abordagens artísticas, promovendo simultaneamente o concelho de Seia.

Esta iniciativa, associada à formação/educação de públicos junto das populações locais, constitui também um contributo muito significativo para o enriquecimento da experiência cultural da região. Por isso, contará com a colaboração das Juntas de Freguesia das respetivas aldeias e unidades hoteleiras, restaurantes e demais entidades locais. Abrangerá as áreas de Literatura, Pintura, Escultura, Fotografia e Música.