ARTIS 2017

ARTIS 2017
XV Festival de Artes de Seia

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Imagens da Coletiva O CORPO, nas Galerias da Casa Municipal da Cultura de Seia

















































Mais informações, no blogue ARTES VIVAS, de Sérgio Reis, AQUI









quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O Corpo – Exposição Coletiva de artes plásticas na Casa da Cultura de Seia


De 10 de Novembro a 31 de Dezembro, decorrerá na Casa Municipal da Cultura de Seia uma exposição coletiva de artes plásticas sobre o tema “O Corpo”. Integrada na programação das Jornadas Históricas de Seia, este ano dedicadas ao tema "A História e o Corpo", a exposição reúne um conjunto diversificado de obras de três dezenas de artistas.

A representação do corpo humano é indissociável da expressão artística ao longo dos tempos, desde a arte rupestre ao intenso diálogo entre Arte e Tecnologia que marca a contemporaneidade artística. Ao longo da História da Arte, o modo com os artistas representaram o corpo refletiu as crenças, valores, ideias e aspirações do seu tempo. E se o Desenho de modelo vivo ou a Pintura perderam algum entusiasmo representativo perante as competências realistas da fotografia e do cinema, a escultura continua a privilegiar a representação do corpo, com múltiplas abordagens ao sabor das estéticas e das linguagens plásticas.

Hoje representado sem impedimentos científicos e técnicos ou limitação moral, o corpo é a mesma máquina biológica complexa que os artistas da antiguidade representavam esquematicamente e que Leonardo da Vinci estudou e representou em segredo, desafiando todas as incompreensões da sua época. É o sistema complexo de órgãos e fluídos cujo equilíbrio e acerto funcional ainda hoje surpreende os cientistas, o produto de um código genético que desdobra a matéria imitada, o corpo como produto de uma evolução mas também habitáculo da “alma” e finalmente defunto (“o que perdeu a função”), condenado a perder-se na matéria informe.

Entre os artistas presentes, contam-se Adriana Matos, Alberto Assumpção, Alexandre Magno, Ana Carvalhal, Belarmino Morgadinho, Carlos Godinho, Celeste Alves, Claudine Rodrigues, Dora Tracana, Fernando Saraiva, Francisco Nolasco, Henrique do Vale, Iliana Menaia, Irene Gomes, José Carlos Marques, José Gomez, Luiz Morgadinho, Miguel Carvalho, Pedro Prata, Raquel Rocha, Ricardo Cardoso, Rick Lina, Rui Gouveia, Seixas Peixoto, Sílvia Marieta, Sérgio Reis e Virgínia Pinto. Há ainda a destacar uma presença significativa de artistas da Secção do Cabo Mondego do Grupo Português Surrealista, que prometem alguma animação artística no dia da abertura.

Organizada pelo Município em colaboração com a Associação de Arte e Imagem de Seia, a exposição encontra-se patente das 10 às 18 horas (segunda a sexta-feira) e das 15 às 17:30 horas (domingos e feriados).